Asas de borboletas inspiram captação de energia solar

Por Mariana Montenegro comentário(s)

Uma incrível pesquisa feita por cientistas chineses da Shanghai Jiao Tong University estuda a possibilidade de usar asas de borboletas para captar energia solar e produzir eletricidade.

Ao estudarem o detalhamento das asas em um microscópio especial, notaram que são formadas por camadas, como uma espécie de telhado, com telhas se sobrepondo, de forma a permitir que a luz “caia” para as camadas inferiores, dobrando o potencial de captação da luz.

Esse estudo pode abrir caminho para o desenvolvimento de painéis solares elétricos que produzam mais energia necessitando de uma área menor de incidência.

A descoberta foi anunciada durante a reunião anual da American Chemical Society. O cientista Dr. Fan Tongxiang falou sobre o estudo, inspirado na técnica que as borboletas usam para coletar a energia solar com suas asas, maximizando seu potencial e ajudando o animal a se esquentar rapidamente em uma manhã fria, por exemplo.

Inspirado pela lógica da asa da borboleta, Dr. Fan criou um protótipo com dióxido de titânio para produzir hidrogênio a partir da água e afirmou que “o protótipo é muito eficaz”. Ele simplesmente duplicou a produção de hidrogênio em relação a outros modelos existentes.

A pesquisa agora deve ser direcionada para a produção de painéis solares em 3 dimensões, que vão captar a energia solar de forma mais sofisticada do que os painéis planos tradicionais.

*Informações Inhabitat

Posts relacionados