Sete dicas para fazer uma Festa Junina ecológica

Por Colunista comentário(s)

Na próxima sexta-feira (24/6) será comemorado o dia de São João e muitas festas juninas irão acontecer Brasil afora. Ainda mais porque cairá no meio de um feriado nacional, de Corpus Christi. Mas se você ainda não organizou o seu “arraiá”, ou quer torná-lo ainda mais sustentável, por que não fazer uma Festa Junina ecológica?

As tradicionais fogueiras, bandeirinhas e gincanas podem ganhar um ar “verde”. Além da festa mostrar um lado cultural de regiões típicas do nordeste brasileiro, ela pode alertar baixinhos e gente grande quanto à preservação do meio ambiente. Por isso, selecionamos sete dicas que ainda dá tempo de colocar em prática.

1. As fogueiras naturais podem ser substituídas por lindas versões artificiais. Em vez de queimar a madeira, a dica é fazê-la com material reciclado e usar lâmpadas coloridas no lugar de acender o fogo. Assim, a iluminação simula as chamas de uma fogueira comum acesa. Também é possível fazer uma mini fogueira como enfeite para as barracas.  A “madeira”  é feita com rolo de papel alumínio coberto de papel marrom chamado cardstock, e o fogo é feito com papel celofane.

 

2. Para fazer as famosas bandeirinhas não é preciso muito, apenas um pouco mais de “informação”. Isso mesmo, junte os jornais e as revistas antigas que você já leu, ou aquela pilha de papéis usados que não têm mais utilidade. Reúna um grupo de amigos para contribuir com o trabalho artesanal, corte no formato de sua preferência e, depois, é só pendurá-las.

 

3. As barracas não podem faltar. Tendo comida ou brincadeira, elas são as atrações dos “caipiras”. Uma boa ideia é fazê-las com estrutura de bambu. Além de mais bonito que a madeira, este é um material renovável e  ecológico. E a palha pode ser usada para enfeitá-la. É natural, rústica e bem diferente.

4. Sobre o conteúdo das barracas… na hora de criar as gincanas, que tal substituir a pescaria por pesca ao lixo? Batizada de “Limpe o seu rio”, é uma forma de conscientizar as crianças que a limpeza dos rios e mares são fundamentais para que se tenha peixe.

 

5. Após participar das gincanas, o convidado ganha um brinde, que na maior parte das vezes é um brinquedo feito de plástico. Para mudar essa tradição sem perder o costume, dê uma muda de planta. Assim você se diverte e ainda contribui com o planeta.

 

6. Na hora de fazer a sua fantasia ou as toalhas para os balcões ou mesas, uma sugestão é reutilizar tecidos velhos, seja retalhos ou pedaços de roupas que seriam descartadas. Eles podem ser aplicados em camisas, calças jeans ou ainda, para quem sabe costurar, virar uma bela saia longa. Garanto que vai arrasar na quadrilha!

7. A última dica é sobre as comidinhas da festa. Por que não optar por pratos e guloseimas vegetarianas? Desde salsichas veggies até espetos de legumes, as opções são muitas. O bom é que o pão de queijo e o brigadeiro também podem entrar na festa!

Aproveite e bom “arraiá”!

 

Posts relacionados