Fazenda solar ocupa 207 campos de futebol para gerar energia

Por Gilberto Junior comentário(s)

Distribuída por uma área equivalente a 207 campos de futebol e com capacidade para alimentar 20 mil lares, a fazenda solar do complexo de Okhotnykovo promete fazer da Ucrânia a principal referência de energia limpa da Europa. O projeto é fornecer 2.000 MW de energia renovável a partir de fontes solar e eólica.

A planta é gigante e pretende reduzir a emissão de dióxido de carbono (CO2), um dos gases responsáveis pelo aquecimento global, em pelo menos 80 mil toneladas devido à produção produção de eletricidade de forma ecologicamente correta e renovável.

Até o final deste ano, a fazenda deverá gerar 100 MW/hora. Vale destacar que esta iniciativa vai melhorar ainda mais a posição da Ucrânia no ranking dos países que utilizam energia limpa. Atualmente, o país é o 12º que mais faz uso de energia limpa em todo o planeta, com capacidade instalada de 54 gigaWatts.

O que “sobra” de energia limpa é exportado para Hungria, Moldávia, Polônia, Romênia, Rússia e Eslováquia. Segundo reportagem do portal Planeta Sustentável, “a Agência Estatal de Eficiência e Conservação de Energia da Ucrânia (SAUEEEC) lançou o projeto Okhotnykovo em 2010, com fundos gerados pela venda de créditos de carbono para empresas japonesas”.

Apesar dos altos números apresentados até aqui, o governo ucraniano ainda não está satisfeito. O plano é que até 2015, 30% da energia consumida no país seja de fontes renováveis. “Um projeto dessa escala significa uma mudança radical no desenvolvimento energético europeu”, comentou Kaveh Ertefai, CEO da empresa austríaca Activ Solar, responsável pela administração do projeto.

Posts relacionados