Estudo adverte: comida enlatada faz mal à saúde

Por Márcia Guerra comentário(s)

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos sugere que o consumo de alimentos enlatados ou acondicionados em plástico aumenta a exposição a dois produtos químicos apontados como desreguladores endócrinos e que podem trazer malefícios à saúde.

O estudo analisou cinco famílias de São Francisco, na Califórnia. Através de testes de urina, os pesquisadores mediram a exposição ao bisfenol A e aos ftalatos — substâncias que imitam os hormônios do corpo e, portanto, podem produzir efeitos em concentrações mínimas.

Por apenas dois dias, as dietas das famílias foram alteradas para refeições feitas com alimentos frescos e orgânicos, que não tinham estado em contato com embalagens de plástico e latas, como encontramos rotineiramente. Os resultados mostraram que a exposição aos dois produtos químicos caiu cerca de 50% para os ftalatos e 60% para o bisfenol-A.

A exposição ao bisfenol-A, um estrogênio sintético, tem sido relacionada a uma série de danos à saúde, como obesidade, câncer, e problemas de fertilidade e desenvolvimento. A maior preocupação é com crianças ainda em gestação ou recém-nascidas.

A exposição aos ftalatos, uma família de substâncias que inclui produtos imitadores do andrógeno, tem sido associada a problemas reprodutivos do sexo masculino.

A solução para quem não quer correr riscos é armazenar o alimento em vidro ou aço inox, e — sempre que possível — preparar e comer alimentos frescos (a menos que você saiba como um restaurante estoca seus ingredientes).

Posts relacionados