Londres: casas e vila olímpica ecológicas

Por Redação Greenvana Style comentário(s)

Nos anos 50, Londres era a cidade mais poluída do mundo. Mas após uma série de políticas públicas iniciadas há 30 anos o panorama mudou.  O setor da construção é um dos mais poluentes. De acordo com o PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), as construções consomem um terço dos recursos naturais em uso no mundo, 12% da água potável e 40% da energia elétrica do planeta, além de responder por um terço das emissões de carbono.

Quinze países adotaram metas nacionais de corte de emissão de carbono, como Alemanha, Holanda e Suécia, mas a Inglaterra tem a mais agressiva. A partir de 2016, todas as casas construídas deverão ter emissão zero de carbono depois de erguidas, além de terem que ser capazes de gerar toda a energia de que precisam para funcionar. Este plano, chamado Código para Casas Sustentáveis, é ainda mais ambicioso: eles pretendem reduzir em 80% a emissão de gases carbônicos em todo o Reino Unido até 2050, em relação aos níveis de poluição de 1990.

A Inglaterra já está colocando em prática as suas metas. O Comitê Olímpico Inglês já concluiu que 97% dos resíduos gerados na construção dos parques para o evento foram reaproveitados.  Os 11 blocos da vila olímpica tiveram redução de 44% de emissão de carbono e 30% de redução de água.

Com a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016, o Brasil podia aproveitar as práticas feitas em Londres como exemplo de políticas de construções sustentáveis.  Elas podem diminuir o consumo de energia em até 30% e de água em até 20%, além de reduzir gastos de até 30% no bolso do consumidor.

Felizmente, a Universidade de Brasília (UnB) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção têm planos de levantar um parque de casas sustentáveis no campus Gama da UnB. Este irá servir como um ambiente de teste de construções verdes com produtos brasileiros. Apesar de não ter patrocínio fechado ainda, os responsáveis estão confiantes de que em 2012 o projeto irá se concretizar.

Posts relacionados