Invista nas verdinhas

Por Maria Luiza Baldez comentário(s)

Os preocupados com os próprios impactos ambientais já podem se redimir.  Sejam eles causados dentro da sua casa, pelo seu automóvel, por uma festa ou por tudo isso junto, é possível  calcular a quantidade de CO2 que liberaram e o número de árvores necessárias para neutralizá-la.

Empresas como o Banco da Árvore atuam nesse novíssimo nicho de negócios, focado tanto em pessoas físicas quanto jurídicas, visando reduzir a quantidade gás carbônico da atmosfera, uma das principais responsáveis pelas mudanças climáticas.

Os parâmetros são os mesmos utilizados no desenvolvimento de projetos do Protocolo de Kyoto. De acordo com a emissão de carbono, é calculado o número de árvores necessárias para a neutralização. Árvores retiram o CO2 da atmosfera durante o seu crescimento e, por isso, o compensam.

O cálculo das emissões é feito a partir de diversos dados, como o consumo de energia elétrica, o gasto de combustível e a produção de lixo. Então, é elaborado um relatório com base nas regras do Protocolo GHG (Green House Gases). O preço? Cada árvore custa 16 reais.

Elas são plantadas em áreas de preservação permanente que são protegidas pela legislação ambiental. Assim, o plantio e o crescimento estão garantidos. O processo é todo monitorado. Segundo informações da empresa, são necessários aproximadamente três anos para decidir a área de plantio, fazer sua preparação e manutenção e escolher as mudas adaptadas à região. Após esse período inicial, a floresta é monitorada constantemente para garantir a sua consolidação.

Para você ter certeza que suas árvores foram realmente plantadas, o Banco da Árvore emite relatórios periódicos. Eles são auditados pela ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e enviados à medida que os plantios vão acontecendo. Também são emitidos um certificado com a quantidade de CO2 neutralizado, o número de árvores plantadas, um selo e uma nota fiscal.

Para mais informações sobre o Banco da Árvore acesse o site oficial e assista o vídeo.

O Banco da Árvore não tem concorretes diretos no Brasil. Mas existem outras iniciativas que contribuem para as emissões de carbono. O Click Árvore, por exemplo, é um projeto da Fundação SOS Mata Atlântica e do Grupo Abril. O site incentiva as pessoas a participarem de projetos de restauração florestal e planta uma árvore para cada “click” que recebe.

O Plante Árvore é um projeto criado por um grupo de ciclistas. Eles têm como objetivo percorrer do Chuí (extremo sul do Brasil) até a cidade de Oiapoque (extremo norte). No caminho, plantam árvores e promovem a consciência ambiental.

Ah,é claro que você pode até plantar árvores por conta própria, mas fica aqui a dica: só plante árvores nativas e em regiões que precisem ser recriadas, sempre com orientação de biólogos e profissionais especializado.

Posts relacionados